quinta-feira, 23 de maio de 2024   | : :
banner-728x90.png

Antônio Santana, vereador por 18 anos em Nipoã

Personalidade da Semana



Antônio Santana, vereador por 18 anos em Nipoã

Antonio Ferreira Santana nasceu no dia 08 de dezembro de 1937, no bairro Córrego da Peroba, município de José Bonifácio. É filho de Gasparino Santana, que faleceu no dia 14 de dezembro de 1994 em Monte Aprazível e de dona Lucia Ferreira da Silva Santana que faleceu no dia 23 de junho de 1978, na cidade de Nipoã.

Antonio quando criança, acompanhado de seus pais, com cinco anos de idade, deixou o local onde nasceu e foi residir na fazenda Córrego dos Ferreiras, município de José Bonifácio.

Aos 20 anos, no dia 07 de setembro de 1957 casou com Leonor da Silva Paranhos Santana, filha de Candido da Silva Paranhos e de Idalina Zanovelo Paranhos.

Antonio e Leonor, ainda residindo na Fazenda Córrego dos Ferreiras, tiveram três filhos e posteriormente quando mudaram para a cidade de Nipoã, tiveram mais um. São pais de quatro filhos, Lourdes Aparecida Paranhos Santana, Leonilda Paranhos Santana, Sérgio Paranhos Santana e Célio Paranhos Santana. Têm também cinco netos.

Por volta do ano de 1965, Antonio deixou a zona rural e veio para a cidade de Nipoã. Entre o período de 1966 a 1969, trabalhou na Fazenda do Sr. João Pereira da Silva, no plantio de arroz e milho e na formação de pasto como plantio de “colonhão e pangola”. Também trabalhou arrancando “toco” na Fazenda Leuza de propriedade do Sr. Ruy Novaes (hoje Fazenda Santa Helena). Em 1969 até 1994, trabalhou na Fazenda Viação Cometa como encarregado.

No ano de 1983, foi eleito vereador de Nipoã, que tinha como prefeito na época José Glerian e vice-prefeito Orlando Ribeiro Rodrigues.

Em 1989, foi reeleito como vereador, que tinha como prefeito na época José Rossetti e vice-prefeito Mauro Roberto Ribeiro.

Em 1993, foi novamente reeleito vereador, que tinha na época como prefeito Romildo Gavatão e vice-prefeito Walter Spagnoli.

No ano de 1997, mais uma vez reeleito vereador, que tinha época como prefeito Walter Spagnoli e vice-prefeito José Carlos Cazelato.

Por fim, Antonio permaneceu como vereador na Câmara de Nipoã pelo período de 18 anos ininterruptos, ou seja, do ano de 1983 ao ano 2000.

Uma de suas principais indicações, foi a construção de uma área de lazer no córrego Moinho, denominada “Pedreira”, que foi concluída.

Seu falecido pai Gasparino Santana foi homenageado na cidade com nome de rua. Já Antonio recebeu a homenagem através do plenário da Câmara, que leva seu nome.

Desde o ano de 1966 quando veio para Nipoã e até hoje reside na cidade. Com sua humildade, simplicidade e educação é muito respeitado pelo povo de Nipoã. Ele claramente demonstra seus sentimentos de carinho e amor pela cidade que o acolheu. “Minha cidade sempre foi Nipoã”, orgulha-se.

Durante os 18 anos ocupando o cargo político de vereador, nunca teve uma inimizade, antes, durante e depois da política, todos continuam sendo amigos. É um senhor que consegue limpar o coração de qualquer mágoa, está sempre de coração aberto, sem ressentimentos. Sempre sabendo ganhar e perder com dignidade.

Hoje trabalha no transporte de estudante.

Comentar

Compartilhar


Top