domingo, 31 de maio de 2020   | : :
16_04_2014_18_29_banner_levimagazine.gif

Crianças de Aracanguá ganham ovos de Páscoa, mesmo com escolas vazias


Crianças de Aracanguá ganham ovos de Páscoa, mesmo com escolas vazias

Apesar da pandemia do Coronavírus, a prefeitura de Santo Antônio do Aracanguá não deixou de presentear com ovos de chocolate, os alunos da rede municipal de ensino, da sede e dos distritos de Vicentinópolis e Major Prado, durante a semana que antecede a Páscoa, que será celebrada no próximo domingo dia 12 de abril.

Para a distribuição dos ovos de Páscoa, que ocorre antecipadamente na atual gestão pelo quarto ano consecutivo, o prefeito Rodrigo Santana (DEM) percorreu, nesta terça e quarta-feira, todas as escolas municipais e, mesmo com as unidades totalmente vazias, entregou os chocolates aos pais de alunos, que foram orientados a evitarem aglomerações no local e compareceram individualmente para receberem os mimos dos filhos.

“A Páscoa é um momento muito esperado por nossas crianças e para nós é um prazer entregar estes chocolates, como uma forma de amenizar a situação em que elas estão sendo obrigadas a viver, distante das suas atividades escolares tão importantes para o seu desenvolvimento”. Disse o prefeito. “É gratificante oferecer isso para as crianças, em especial as de famílias carentes, pois pode ser que seja o único presente que recebam”, Acrescentou.

De acordo com a equipe gestora do Departamento de Educação e Cultura, por orientação do prefeito, diante do momento delicado devido a pandemia do Coronavírus, as escolas se mobilizaram na organização, dentro e fora das unidades, para que os presentes fossem entregues sem aglomerações a todos os estudantes da rede municipal de ensino, inclusive na zona rural, a fim de evitar que os responsáveis pelas crianças corressem riscos, respeitando as orientações dos órgãos competentes de saúde.

“A ação é atípica aos anos anteriores, mas não menos importante, pois o objetivo principal, é garantir de que todas as crianças se sintam felizes em receberem seu tão esperado ovo de páscoa”, explicou a diretora de Educação, Adriana da Silva Bacchiega.

Adriana explicou que, para garantir que todas as crianças, principalmente as que residem na zona rural não ficassem sem o presente, a prefeitura liberou o transporte escolar para que os motoristas pudessem entregar em cada casa o ovo de Páscoa de cada criança.

Comentar

Compartilhar


Top